menu

Publicações

Stalking agora é crime

08 de abril de 2021

Entrou em vigor, no dia 1.º de abril, a Lei n.º 14.132/2021, que acrescentou ao Código Penal o art. 147-A, criminalizando a conduta de perseguição reiterada, também conhecida como “stalking”.

A nova figura típica consiste no ato de “perseguir alguém, reiteradamente e por qualquer meio, ameaçando-lhe a integridade física ou psicológica, restringindo-lhe a capacidade de locomoção ou, de qualquer forma, invadindo ou perturbando sua esfera de liberdade ou privacidade”.

A pena cominada é de seis meses a dois anos de prisão, além de multa. A pena é aumentada de metade quando o crime for cometido contra: criança, adolescente ou idoso; contra mulher por razões da condição do sexo feminino; por duas ou mais pessoas, ou com o emprego de arma.

Apesar de a conduta ter se tornado mais conhecida quando praticada por meio das redes sociais e demais meios digitais, o novo crime se configura quando praticado por qualquer meio, seja físico ou digital.

No dia 23 de abril, às 12h, nosso sócio, Cristiano Maronna, participará de um interessante debate sobre o crime de stalking, abordando questões práticas com dois especialistas no tema. O programa será transmitido ao vivo e pode ser visto no canal da TV Democracia: youtube.com/tvdemocracia

Outras publicações

Justiça autoriza pais de criança com paralisia a plantar maconha

Um casal foi autorizado a cultivar cannabis sativa (maconha) para o tratamento do filho, que sofre de paralisia cerebral e Síndrome de West. A decisão é […]

ver mais

Policiais devem gravar autorização de morador para entrada na residência, decide Sexta Turma

​Em julgamento realizado nesta terça-feira (2), a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que os agentes policiais, caso precisem entrar em uma residência […]

ver mais

Bandeira do combate à corrupção serve para inviabilizar debates essenciais

Há quase 25 anos, na mesma época em que policiais militares mataram 111 presos do complexo do Carandiru, um grupo de profissionais do Direito se organizou […]

ver mais